Le Val Thorens : Vínculo local - Le Val Thorens

  • Décoration ski vintage

Vínculo local

Indissociável da vida e história de Val Thorens, o hotel ocupa um espaço e uma identidade especiais no centro da estação. Hospedar-se no Val Thorens é ter a oportunidade de descobrir o espírito desta estação que continua vanguardista e moderna, multiplicando as colaborações entre atores locais e colaboradores externos. Artistas convidados, artesãos, profissionais do deslizamento ou "pequenos produtores" : são mundos diferentes, curiosos por se conhecerem, que se unem no Val Thorens, de frente para os picos montanhosos. Um convite para compartilhar, a oportunidade de viver de outra forma sua viagem, a promessa de todo um grupo: Les Hôtels d' En Haut.

Les Caves d’Affinage de Savoie

No coração das montanhas da Saboia, em Rognaix, dezenas de metros de galerias subterrâneas transformadas em caves (adegas) de maturação servem de abrigo para mais de 80 variedades de queijos das regiões da Saboia (Bauges, Tarentaise e Val d'Arly). A 65 metros dentro de uma falésia, o Beaufort e as Tommes estagiam alguns dias ou longos meses a 13°C, nas condições de maturação ideais e naturais. Nesta galerias, nas quais a taxa hidrométrica é de 95%, os queijos amadurecem no seu ritmo e no das estações. O produtor, um dos últimos do território DOP (Denominação de Origem Protegida) de Beaufort, trabalha com uma equipe local de quarenta pessoas, para entregar suas maiores riquezas ao Val Thorens: a alma de toda uma região, enaltecida pelo trabalho delicado e rigoroso dos homens.   

Prosneige, made in Val Thorens

O Prosneige nasceu em Val Thorens em 1996. Com escolas de esqui e lojas de esporte, a marca representa primeiro uma equipe, conduzida por Claire Jurine-Gastaud há mais de 10 anos. A Ex-snowboarder de alto nível dirige 75 monitores multilíngues, 20 profissionais de esqui, 15 técnicos e 5 especialistas do boot fitting, que se tornaram imprescindíveis para os clientes. Esquiar, independentemente do seu nível, esquiar acompanhado e com orientação adequada, esta é a promessa da equipe Prosneige, tanto nas lojas de esqui quanto nas escolas, onde as crianças a partir de 3 anos contam com uma pedagogia sob medida. O ponto de encontro é no chalé Les Planches, todas manhãs. As aulas coletivas reúnem entre 6 e 10 alunos no máximo, com atividades variadas, que, por vezes, parecem saídas de um conto de fadas: construção de iglus no cair da noite, noites em altitude, descidas noturnas, "sábados livres" (eles cuidam das crianças…), parapente, voos de helicóptero… Há mais de 20 anos, Prosneige é a escolha dos pais. E agora, além de estarem presentes em Les Menuires, acabam de se instalar em Méribel.

Léon Rey: todos os queijos

Léon Rey é um estabelecimento familiar que fornece seus queijos para os Hôtels d’en Haut, além de seu creme de leite e seus laticínios. Selecionados entre pequenos produtores e produtores de Savoie e da Haute Savoie, todos estes produtos são "do terroir", ou seja, provenientes de uma produção local, que respeita os gestos, receitas e saberes que fizeram sua reputação. Em alguns casos, os queijos são maturados nas próprias caves do produtor. Tomes, tome d’alpage de Megève, reblochons, beaufort, comté, Mont d’Or… todos estes nomes que, associados a boas batatas ou alguns toucinhos, fazem o mundo inteiro salivar.

ABCO, marceneiro sob medida

A madeira, material identitário e precioso, serve de suporte para os projetos de reforma conduzidos pelos Hôtels d'En Haut. Nicolas, marceneiro-chefe e empresário, dirige sua equipe de 6 pessoas e já participou de 4 obras do grupo. "Podemos fazer de tudo. Normalmente, fazemos aquilo que menos se vê. Dentro de um apartamento, tudo foi trabalhado por nós: portas, prateleiras, armários e muitas outras coisas, mas você não verá nada. Esta é a prova de que nosso trabalho foi bem feito!" Artesãos do invisível, apaixonados pela madeira, ABCO é uma pequena empresa local que trabalha de forma tradicional: "Para os Hôtels d'En Haut, trabalhamos segundo as regras da arte, mas o que nos interessa é que em cada trabalho possamos encontrar novos desafios, sendo convidados a inovar e explorar novos materiais. É o caso, por exemplo, do Roches Rouges, onde vamos trabalhar com a trama cannage e a tela de juta. Esta diversidade nos leva cada vez mais longe e é isso que apreciamos.”

 

 

 

Sulivan Cornu,  homem das montanhas, e muito mais…

"Eu nasci nas alturas", conta Sulivan, que vive no ritmo das estações, nestas montanhas que o acompanham desde o que nasceu. No inverno, ele escala os postes para fazer manutenção e verificar o estado de funcionamento das telecadeiras, teleféricos e telesquis de sua estação. Ele conhece Val Thorens de cor e não poderia viver sem suas longas caminhadas solitárias no inverno. Mas esse homem das montanhas consegue descer durante 7 meses do ano para dirigir as obras na BTTP, a empresa que supervisionou a restruturação de 3 dos hotéis do grupo: o Val Thorens, o Fitz Roy e o Les 3 Vallées. "É muita sorte poder trabalhar para o Les Hôtels d'En Haut. São hotéis magníficos. E, ainda que nosso trabalho seja invisível, quando chegam os primeiros clientes, ficamos sempre muito orgulhosos do que foi realizado. Este ano, numa nova colaboração com Les Hôtels d'en Haut, seremos os responsáveis pela renovação do Roches Rouges, em Saint-Raphaël, no litoral do Mediterrâneo. É uma outra aventura, longe da montanha, em um ambiente natural igualmente excepcional."

A Ice Driving Academy

Ele carrega o nome do quatro vezes campeão mundial de F1, Alain Prost, e a cada ano acolhe o Troféu Andros. O circuito do Ice Driving Academy é administrado por profissionais de esportes mecânicos. A 2.200 metros de altitude, com uma extensão de 760 m e uma largura de 12 m, é um circuito homologado para o aprendizado da direção no gelo. O traçado técnico, porém acessível a todos, faz dele o ponto de encontro de todos os aficionados pelo deslizamento e de todos aqueles que buscam se aperfeiçoar. Alguns têm aulas em seus próprios carros, outros organizam desafios no gelo por equipe, todos praticam kart. A Ice Driving Academy é um contexto, uma equipe e muitas sensações, aberto de 15 de dezembro a 15 de abril, em um ambiente esportivo, profissional e sempre agradável.

Thierry e Amélie, a equipe antichoques

Thierry Lauvernet é  profissional de saúde osteopata de Val Thorens. Ele atende em seu consultório e trabalha em dupla com Amélie Pillot, que se desloca para atender os clientes dos hotéis Hôtels d'En Haut no local, quando alguém se machuca. "Nossa atividade é a traumatologia do esporte. Nós curamos as torções de joelho, as costas travadas, as quedas anormais..." São 25.000 leitos em Val Thorens na alta estação… com uma visão ampla do tema "recuperação", já que Thierry é também encarregado de 15 spas na França, inclusive os do Grupo. "Gerencio os Spas dos Hôtels d'En Haut respeitando suas especificações e tirando o melhor de cada local". Massagens, tratamentos, descontração, recuperação, Thierry é imprescindível para o sucesso das férias na montanha. Independentemente de  precisarmos dele ou não, é muito bom saber que ele está aí e que podemos contar com ele!

Taxi Hudry, a irmandade

Maxime e Thierry Hudry são motoristas de táxi. Filhos do vale, eles acompanham os clientes do Fitz Roy e do Val Thorens nos traslados clássicos e nos percursos cotidianos: "O que eu gosto, conta Maxime, é fazer com que os viajantes descubram os pequenos segredos desta região que conheço tão bem." Com uma frota de 5 veículos, transportam até 8 pessoas por carro. Totalmente disponíveis para seus clientes de novembro a maio, eles sabem desfrutar, nos outros meses do ano, as "paisagens excepcionais" deste domínio esquiável que oferece o melhor deslizamento do mundo.